Quarta-feira, 25 de Outubro de 2006

Pelouro do Desporto – Urgência da sua Reorganização

Do ponto de vista orgânico e funcional, o Pelouro do Desporto da Câmara Municipal de Penafiel continua a funcionar sem ter na sua base um modelo de suporte organizativo para o Desporto. Globalmente, está desajustado face à realidade.
Mas também porque se constrói em torno de modelos que não correspondem às necessidades, reflectindo uma cultura organizacional pesada, lenta e disfuncional.
Uma das suas características é uma “certa cultura”, que (tem) ignora(do) o conceito de gestão tanto ao nível da execução dos poderes, como na implementação de políticas desportivas dignas desse nome. Aquilo que se passa com o desporto, impõe-se mais pela lógica dos factos do que pela fundamentação dos argumentos ou pela oportunidade das perspectivas de desenvolvimento.
Não vemos sistemas de controlo ou de avaliação, o que tem gerado bloqueios organizacionais evidentes.
Vemos isso sim, a aplicação de recursos sem critérios de racionalidade bem definidos, com técnicos que apenas se têm preocupado em garantir os seus interesses particulares e tantas vezes mesquinhos!
A nosso ver, o Pelouro do Desporto da Câmara Municipal de Penafiel deveria considerar a necessidade de repensar a sua organização e modo de funcionamento, de modificar as formas de pensar e de actuar que embora implique mudanças, não altere substancialmente as motivações que importam ao desenvolvimento desportivo do concelho.
Esta é uma situação complexa, pois que se trata de abordar problemas de organização e funcionamento numa área sem tradição orgânica na Câmara Municipal de Penafiel.
A isto não é alheia a cultura organizacional, que se traduz numa estrutura de tipo piramidal, cheia de degraus ou patamares de decisão, e na generalidade dos casos não há qualquer valor acrescentado ao produto final e a sua razão é de ordem meramente formal.
O desenho organizacional prevalecente está bem traduzido nos organogramas funcionais, os quais parecem uma "espécie de doença infantil" das ciências de administração, com unidades orgânicas, linhas horizontais e perpendiculares que são óptimas para exibir, mas de reduzida eficácia.
Na verdade este sistema pode originar várias patologias organizacionais, senão veja-se: - As relações entre os decisores e os serviços técnicos de desporto obedece a um sinuoso percurso que obriga a paragens obrigatórias nas estações intermédias (Assessorias, Divisões, Departamentos, Gabinetes, Empresas Municipais, etc).
No Pelouro do Desporto da Câmara Municipal de Penafiel assistimos hoje ao surgir de algumas ideias-força que são uma espécie de novo paradigma na prestação do serviço público de desporto.
Sabe-se explicar muito bem como estão organizados os serviços, mas há pouca capacidade para explicar o essencial: Como é que eles funcionam!
sinto-me:
publicado por PenaSport às 00:00
link do post | favorito

.mais sobre mim

.Sondagem

polls Quem deve ganhar o
ALBARDÂO
Desporto em Penafiel?
Câmara Municipal Penafiel?
Vereador Desporto?
Penafiel Activa?
Clube Desportivo?
Dirigente Desportivo?
Técnicos com "tacho" na CMP/Pnf Activa?
Técnicos de Clube subsidiado pela CMP?
Desporto Escolar?
Jornal Local/Regional?
Empresa Privada?

.Novembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.links

.posts recentes

. Estratégias de desenvolvi...

. Miragem e Ilusão

. Moderação e realismo

. Problemas d(n)o nosso Des...

. Problemas d(n)o nosso Des...

. A Higiene da Moral

. Falar Claro sobre o Despo...

. Falar Claro sobre o Despo...

. 1ª Gala – ALBARDÃO (mérit...

. Sinal dos Tempos

.arquivos

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

.pesquisar

 

.tags

. todas as tags

.Visitas

blogs SAPO

.subscrever feeds