Sábado, 30 de Junho de 2007

Tempos estranhos (I) ...

De acordo com os responsáveis políticos, os eventos a que temos assistido, sejam eles motorizados, btt’s, diurnos ou nocturnos, eventos pedestres nas matinées ou soirées, atestam a qualidade das organizações e a excelência das infra-estruturas.
E é bom para o turismo!
Estamos prontos a inscrever Penafiel no livro dos recordes através de uma operação que só acontece de cem em cem anos: - um parque divertido, ou melhor dito, de diversões temáticas.
No plano desportivo respira-se uma sensação de bem-estar e de euforia.
Regressámos às vitórias no futebol de... veteranos!
O desporto surge como uma área onde o desempenho dos responsáveis políticos é dos mais elevados, a acreditar numa sondagem onde se pode ver o melhor e o pior de cada concelho.
Há uma nova mentalidade!
Uma cultura ganhadora que nos afaga o ego e nos permite afirmar que já não somos aqueles coitadinhos no panorama do Vale do Sousa, até mesmo do País.
Sucedem-se os eventos, os ralis, as exposições... caninas e artísticas, as rotas... românicas e gastronómicas, os concertos, os encontros de gerações, as férias em forma, os sons de verão, as apresentações, as conversas ...etc.
Penafiel será nos próximos anos um novo destino desportivo.
Há em todo este empolgamento, um novíssimo contentamento acompanhado por uma “total ausência de interesse”, pela ideia de Penafiel que tenha qualquer conteúdo, para além da imagem ou do look no espelho alheio.
É um tempo algo inquietante que transmite confiança e faz perder a noção do equilíbrio e do bom senso.
Tudo é prioritário porque tudo é possível e a que o financiamento público, bem ou mal, vai acorrendo.
O desenvolvimento e a modernização do concelho de Penafiel é um processo já ganho colocando-nos sempre em festa, substituindo aquilo que sabemos por experiência própria: - as coisas só se conseguem com trabalho.
E trabalho significa sacrifício!
Mas quando se trata de festa há sempre o risco de nos esquecermos da conta.
Mesmo que ela mais tarde recaia sobre todos nós.
sinto-me:
publicado por PenaSport às 00:00
link do post | favorito
Sexta-feira, 22 de Junho de 2007

Vereador do Desporto, Empresa Municipal - para Quê?

 

 

A Câmara Municial de Penafiel, ao alargar as competências de actuação da Empresa Municipal “Penafiel Activa” (ex Profidelis), parece traduzir uma preocupação em encontrar novos caminhos que possibilitem solucionar alguns problemas relativos à gestão das escassas instalações desportivas existentes no concelho.
Atribuir a esta empresa responsabilidades no campo da gestão do desporto, foi ao que parece, uma decisão bem recebida por uma parte da comunidade desportiva.
Sendo de carácter simbólico de um ponto de vista formal, esta atribuição de competências é, pelo menos aparentemente, um sinal de valorização na orgânica política do Pelouro do Desporto da Câmara Municipal de Penafiel atribuído ao desporto.
Algum tempo já decorrido sobre o início das novas funções, é oportuno que nos interroguemos sobre qual tem sido a acção dos actuais responsáveis.
Ou colocada a questão em outros termos, que contributo veio trazer a atribuição de responsabilidades à empresa municipal na política desportiva do concelho de Penafiel.
Trata-se de uma questão a que não é fácil responder.
Dos actuais responsáveis: - técnicos, assessores, conselheiros, avençados, boys, girls - não se conhece que pensamento possuem sobre o Desporto em Penafiel.
Que prioridades entendem dever estabelecer para o exercício dos seus mandatos (contratos).
Os “responsáveis” parecem ter adoptado um estilo “low profile”, remetendo a iniciativa aos responsáveis no Pelouro do Desporto da Câmara Municipal de Penafiel.
Sabemos que formular publicamente opiniões, num momento em que se vive uma espécie de silêncio consensual, não é para muitos politicamente oportuno. Mas a manter-se a situação, o silêncio traduzir-se-á, a prazo, numa enorme decepção. É que o tempo passa e tardam medidas de alcance renovador para o concelho de Penafiel, no âmbito desportivo.
A manter-se a situação, legitima-se a interrogação de saber que vantagem existe em possuir uma empresa, clonada a partir do Pelouro do Desporto e que também faz a gestão do desporto, dos equipamentos, dos eventos, etc. ... etc.
Chegou o momento de os actuais responsáveis pelo Desporto em Penafiel revelarem o modo como vão querer pautar a sua acção e deixem de discutir as pessoas que procuram colocar neste ou naquele cargo, passando a discutir as alternativas políticas que hão-de dar substância ao pensamento, à lucidez e à acção.
As consequências a retirar desta constatação obrigarão a centrar mais a lógica nos penafidelenses e menos no espectáculo. Obrigará porventura, a romper com a promiscuidade entre a acumulação de cargos de decisão política e o exercício de funções no dirigismo desportivo.
A experiência tem demonstrado ser esta a porta para a mais completa subversão de uma adequada canalização dos recursos públicos.
A Câmara Municipal de Penafiel e a Empresa Municipal Penafiel Activa só têm a ganhar se cada uma delas assumir com naturalidade, mas também com frontalidade, projectos e programas técnica e políticamente fundamentados, evitando os solavancos e as ideias supérfluas a que temos assistido e que mais não são do que sinais evidentes de falta de orientação, de coordenação e de autoridade políticas.
Manter a actual situação pode ser rentável para os que esperam carreiras políticas ou benesses financeiras.
Dificilmente será útil a Penafiel.
Mais cedo ou mais tarde os problemas surgirão!
sinto-me:
publicado por PenaSport às 00:00
link do post | favorito
Domingo, 3 de Junho de 2007

Um Pódio para Todos

Não temos pavilhões e temos intenções
Não temos piscinas e temos eventos
Não temos desporto e somos um concelho feliz e contente
 
Somos um concelho que não se rala.
Porque já se sabe, há-de sempre surgir, ao virar da esquina, um homem (ou mulher) providencial.
Os outros concelhos, esses, sem talento, sem garra, sem inspiração, fartam-se de trabalhar para obter, aqui e ali, num campeonato qualquer, mediocremente, um título, uma medalha.
Para fabricar um campeão, precisam juntar centenas, talvez milhares de praticantes. Para construir uma vitória são anos de trabalho. Sem contar com as despesas de pavilhões, das piscinas, das pistas.
Nós não!
Queimamos uma quantidade de etapas.
Limitamo-nos a esperar que caia, de maduro, da árvore, um campeão ou campeã.
Que rebente entre as ervas e as silvas, a vitória.
Somos um concelho de virtuosos, de autodidactas, de self-made-men !
Do desporto o que nos interessa são as taças e as medalhas. Do futebol o golo. Da natação o pódio, dos eventos a notícia.
Nada de grandes números de praticantes ou de esforços colectivos. São monótonos e grosseiros.
O Irivo ganhou o campeonato de futebol popular e foi campeão da Europa.
Joana Carvalho nadou e aumentou a piscina em 25 metros.
Na próxima época o F.C. Penafiel foi campeão do Mundo! Vai, dê lá por onde der! Mesmo que perca, o que é igual.
Tanto bastará para nos porem ao rubro.
É a superioridade do nosso gigantesco complexo de inferioridde. Ou a inferioridade do nosso imenso complexo de superioridade.
Aproveitando uma frase que o Eça de Queirós pôs na boca de um dos seus personagens que resume a posição de bom senso da idade madura olhando as verduras da mocidade, não renegamos as verduras do estilo:
Somos assim um Penafiel absurdo em 2007!
 
sinto-me:
publicado por PenaSport às 00:00
link do post | favorito

.mais sobre mim

.Novembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.links

.posts recentes

. Estratégias de desenvolvi...

. Miragem e Ilusão

. Moderação e realismo

. Problemas d(n)o nosso Des...

. Problemas d(n)o nosso Des...

. A Higiene da Moral

. Falar Claro sobre o Despo...

. Falar Claro sobre o Despo...

. 1ª Gala – ALBARDÃO (mérit...

. Sinal dos Tempos

.arquivos

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

.pesquisar

 

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds