Quarta-feira, 26 de Julho de 2006

A Responsabilidade do Pelouro do Desporto

No limiar de mais uma época desportiva, voltam a dinamizar-se os múltiplos interesses dos que afirmam que têm novos planos e intenções de aumentar actividades desportivas, eventos, equipamentos e tantos outros, destinados à população em geral e à juventude em particular.
Estamos em crer que neste período de férias se aproveite para, em repouso activo, se reflectir sobre a necessidade de promover o ajustamento desses planos e intenções, à execução das acções, de modo a assegurar-lhes uma actuação coerente.
O desporto assume-se como um instrumento estratégico utilizado das mais diversas formas pelas estruturas políticas. Por isso não faz sentido que a Câmara Municipal de Penafiel não o utilize de uma forma integrada no processo de desenvolvimento, limitando-se a atribuir-lhe um valor de mera compensação de favores e de angariação de alguns votos. Os interesses instalados, não devem impedir de ver longe e com amplidão!
A configuração do desporto não é uma questão de profecia, antes, de definir que desporto se quer ter no futuro. Claro que não se pode fazer tudo, no entanto, pode fazer-se muito.
Se a juventude, como se defende frequentemente na área política, é de facto o motor do futuro, não se pode ficar indiferente perante as dificuldades e os enganos do presente, tanto mais quando eles projectam os erros do futuro!
A transformação da situação desportiva em Penafiel, deveria processar-se a partir de um conceito de desenvolvimento desportivo, que deixe de estar fundamentado no empirismo e na recusa de modelos de actuação científica.
Por mais que se multipliquem as entrevistas e as declarações de intenções, os resultados estão à vista de todos.
Continuamos a não dispor de qualquer plano de desenvolvimento desportivo e não há estratégia que altere este quadro!
De todo o modo não é aceitável que o serviço desportivo prestado pela autarquia (Gabinete do Desporto?), não paute a sua gestão por critérios de qualidade.
Estamos perante um fenómeno que não tem uma exclusiva explicação de natureza política. Esta situação revela isso sim, um dado de natureza mais simples: Ausência de competência e rigor!
Atravessamos um momento em que se torna necessário que se intuam horizontes, que se proponham pistas, que se determinem caminhos, que não se abafem os poderes criativos para responder às solicitações dos cidadãos.
Mas que simultâneamente não haja lugar para a mediocridade, para a ignorância atrevida ou para comportamentos reaccionários.
sinto-me:
publicado por PenaSport às 18:38
link do post | favorito

.mais sobre mim

.Sondagem

polls Quem deve ganhar o
ALBARDÂO
Desporto em Penafiel?
Câmara Municipal Penafiel?
Vereador Desporto?
Penafiel Activa?
Clube Desportivo?
Dirigente Desportivo?
Técnicos com "tacho" na CMP/Pnf Activa?
Técnicos de Clube subsidiado pela CMP?
Desporto Escolar?
Jornal Local/Regional?
Empresa Privada?

.Novembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.links

.posts recentes

. Estratégias de desenvolvi...

. Miragem e Ilusão

. Moderação e realismo

. Problemas d(n)o nosso Des...

. Problemas d(n)o nosso Des...

. A Higiene da Moral

. Falar Claro sobre o Despo...

. Falar Claro sobre o Despo...

. 1ª Gala – ALBARDÃO (mérit...

. Sinal dos Tempos

.arquivos

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

.pesquisar

 

.tags

. todas as tags

.Visitas

blogs SAPO

.subscrever feeds