Quarta-feira, 13 de Setembro de 2006

O Reinado da mediocridade

A posição do movimento associativo desportivo pese embora a circunstância de ter reivindicado uma certa independência, está condicionada por uma real dependência da autarquia, que é na verdade a principal entidade financiadora das suas actividades.
Isto tem conduzido a lógicas de intervenção nem sempre isentas de compromissos e delicados equilíbrios, resultando numa situação difusa que não revela indicadores de progresso nem de desenvolvimento.
A generalidade dos factores que sustentam a proclamada política de desenvolvimento desportivo (?) da Câmara Municipal de Penafiel, permanecem sem orientação coordenada ou com um fio condutor que permitam perceber qual o seu sentido ou os seus objectivos.
O que se configura é uma enorme confusão sobre o sentido das intervenções escamoteando deste modo o essencial ao desenvolvimento desportivo.
O Pelouro do Desporto da Câmara Municipal de Penafiel tem hoje uma responsabilidade a cumprir: -  determinar os limites morais para o desenvolvimento do desporto no nosso concelho.
Contudo, acentua-se a crise de confiança e de credibilidade, ao mesmo tempo que se retomam práticas do passado no plano do clientelismo, que se esperavam afastadas do exercício do poder.
Acumulam-se alguns sinais que exigiriam maior sentido de responsabilidade!
Criam-se estigmas relativamente aos profissionais do desporto, como se o desenvolvimento desportivo não necessitasse deles!
O que é grave é que se estão a criar situações, como noutros tempos, para que pessoas dedicadas tenham de abandonar projectos a que dedicaram muitos anos da sua vida.
Mas o que não deixa de ser interessante é que as pessoas defensoras deste xarope milagroso, não se proponham a reflectir, investigar e discutir os verdadeiros problemas de que o movimento associativo desportivo enferma.
Sabemos também, que a cedência ao mais fácil, ao que é cómodo, ao que suscita menor reflexão, é um dos traços evidentes de um certo anti-intelectualismo que caracteriza algumas pessoas da nossa praça.
Têm como objectivo afastar a análise global dos problemas, porque ela sempre foi incómoda para o reinado da mediocridade e da pasmaceira melancólica.
Sabemos bem que o caminho mais fácil, aquele que exige menor reflexão e que levanta menos incómodos, é característico de um certo tipo de pessoas para quem qualquer caminho serve.
Mas quando qualquer caminho serve,
corre-se o risco de ir dar a lado nenhum!
sinto-me:
publicado por PenaSport às 00:00
link do post | favorito
|

.mais sobre mim

.Sondagem

polls Quem deve ganhar o
ALBARDÂO
Desporto em Penafiel?
Câmara Municipal Penafiel?
Vereador Desporto?
Penafiel Activa?
Clube Desportivo?
Dirigente Desportivo?
Técnicos com "tacho" na CMP/Pnf Activa?
Técnicos de Clube subsidiado pela CMP?
Desporto Escolar?
Jornal Local/Regional?
Empresa Privada?

.Novembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.links

.posts recentes

. Estratégias de desenvolvi...

. Miragem e Ilusão

. Moderação e realismo

. Problemas d(n)o nosso Des...

. Problemas d(n)o nosso Des...

. A Higiene da Moral

. Falar Claro sobre o Despo...

. Falar Claro sobre o Despo...

. 1ª Gala – ALBARDÃO (mérit...

. Sinal dos Tempos

.arquivos

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

.pesquisar

 

.tags

. todas as tags

.Visitas

blogs SAPO

.subscrever feeds